Governo espanhol toma medidas para regular parte dos aluguéis

Titio Estado está bravo

Ontem, o governo espanhol tomou uma série de medidas para regular os aluguéis. Essa decisão veio em um momento de tensão nas negociações entre dois partidos, PSOE e o Podemos. 

Segundo o Primeiro Ministro da Espanha, Pedro Sánchez: a medida é um marco sem precedentes na ação legislativa e facilitará o acesso à moradia, especialmente para os mais vulneráveis à precariedade, incluindo os jovens.

Claro que ele não falou nessas palavras porque ele falou em espanhol, mas basicamente o propósito de Sánchez e interferir no preço dos aluguéis com o propósito de tornar mais acessível para pessoas que não conseguem pagar. 

A Ministra da Igualdade da Espanha, Irene Montero, disse em seu Twitter que “a lei  forçará os grandes proprietários a baixar os preços abusivos dos aluguéis”.

O que sabemos até agora

Até agora o governo ainda não especificou qual será o mecanismo usado para regular os aluguéis e quem serão os proprietários afetados. 

Mas temos uma indicação, segundo o El País, a regulação só será para proprietários que tenham mais de 10 casas, um número bem razoável né rs? 

Além disso, a lei passada implica a construção de 20 mil habitações e a reativação de bairros inteiros como parte de um programa que irá custar 1 bilhão de euros. 

Qual o impacto disso? 

Essa intervenção do Estado em propriedade privada é algo muito polêmico já que muito se discute sobre “se o governo fez essa intervenção agora, o que impede de fazer a próxima, e a próxima, e a próxima?”

Você também pode curtir: Elon Musk está de volta? Novo disparo em criptomoeda após tweet.

Inscreva-se na nossa newsletter!