Início » Internacional » Evergrande paga título de dívida um dia antes do prazo e evita calote

Evergrande paga título de dívida um dia antes do prazo e evita calote

Apesar do pagamento, a situação da gigante chinesa segue deixando os mercados de cabelo em pé
Evergrande paga título de dívida um dia antes do prazo e evita calote
(Foto: Reprodução/Hector Retamal)

A incorporadora chinesa Evergrande informou hoje (22) que conseguiu pagar uma dívida de US$ 83,5 milhões na véspera de seu vencimento, que acontece amanhã.

O pagamento surpreendeu o mercado internacional, que esperava que a companhia fosse priorizar os pagamentos atrasados. Com a notícia, as ações da empresa, negociadas na bolsa de valores de Hong Kong, subiram mais de 4,2% hoje, após despencarem 10% no pregão de ontem. 

Isso significa que a situação da Evergrande está melhor?

A Evergrande continua em uma situação bastante crítica em meio a uma dívida de mais de US$ 300 bilhões. Os analistas consultados pela agência de notícias AFP acreditam que a companhia ainda vá pagar outros títulos além dos que foram pagos hoje, mas que isso não deve se sustentar por muito tempo.

Afinal, como a própria Evergrande informou nesta semana, não há garantias de que o grupo conseguirá honrar suas obrigações financeiras.

Quais são os impactos disso?

O pagamento feito hoje foi bom para acalmar os ânimos dos investidores nesta semana, mas está longe de ser uma solução. As autoridades chinesas já pediram que os governos locais se preparem para uma eventual falência do grupo.

Na prática, a quebra de uma das maiores empresas da China é capaz de prejudicar toda a economia do país. Além disso, vale ressaltar que a Evergrande não é a única empresa do setor imobiliário chinês que está enfrentando complicações financeiras.

Como já mostramos aqui na The Compass, após Evergrande, três incorporadoras chinesas ameaçam calote. O caso que mais está chamando atenção do mercado é o da Modern Land, que quer adiar o pagamento de uma dívida de US$ 250 milhões.

Ao considerar que a China é o principal parceiro comercial do Brasil para importações e exportações, é importante ficarmos ligados em cada desdobramento dessa história.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp