Início » Internacional » Evergrande é declarada oficialmente como inadimplente

Evergrande é declarada oficialmente como inadimplente

A gigante do mercado imobiliário viu o seu império virar pó em questão de meses
Imagem da fachada da Evergrande
(Aly Song/Reuters)

Depois de vários capítulos dessa novela chinesa, o capítulo final da Evergrande foi divulgado. Apesar do final estar bem longe de feliz, surpreendeu um total de zero pessoas. 

Depois de declarar que possuía US$ 300 bilhões em passivo em meados de junho deste ano, a China Evergrande Group foi declarada inadimplente pela primeira (e aparentemente última) vez na sua história.

O que vai acontecer agora?

Neste momento, é cada um tentando se salvar da forma que dá desse desmoronamento da gigante imobiliária chinesa fundada há 25 anos.

O governo tenta impedir que essa crise se espalhe pelo mercado. Os credores disputando judicialmente para tentar amenizar os rombos feitos pela dívida não paga. E os investidores chorando enquanto vê o prédio pegar fogo.

Evergrande x Governo Chinês

Desde quando a possibilidade de inadimplência tomou conta das manchetes, o governo chinês já havia declarado que não ajudaria a empresa a se reerguer, apenas garantiria que o insucesso do pagamento das dívidas não afetasse o sistema inteiro.

Isso é o governo usando a Evergrande como exemplo para as outras empresas, dizendo que não irá ajudar nenhuma instituição que esteja extremamente endividada. 

Quais os impactos dessa inadimplência?

Primeiramente, caso seja irreversível, os credores vão entrar na justiça para conseguirem parte dos ativos da imobiliária para tentar amenizar as perdas. 

Porém uma dívida deste tamanho abala bastante o mercado interno, imagina US$ 300 bilhões virarem pó em um estalar de dedos, nem o Thanos faria isso.

Além dos sócios precisarem aguardar para ver o que resta da empresa, mas provavelmente a única coisa que irão encontrar é o pó mesmo.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp