China amplia regulações e limita TikTok chinês a 40 minutos diários para crianças

China amplia regulações e limita TikTok chinês a 40 minutos diários para crianças

No final do mês passado, mostramos aqui na The Compass que a China limitou a três horas por semana o tempo que jovens podem passar jogando videogames. No entanto, a vítima da vez é o TikTok!

Em meio às restrições contra empresas de tecnologia, agora o app Douyin, a versão chinesa do TikTok, também está com novas limitações. O aplicativo anunciou que usuários menores de 14 anos só poderão passar 40 minutos por dia na plataforma.

Além disso, o horário de uso também será regulado: o Douyin só funcionará entre 6h e 22h.

Como isso vai funcionar?

A ByteDance, desenvolvedora do Douyin (também do nosso TikTok), criou uma política de confirmação de idades para todos que usam a plataforma.

Junto com as autoridades locais, a empresa também está estimulando os pais a ajudarem os filhos na hora de configurar o aplicativo.

Mas por que isso está rolando lá na China?

Essa notícia é mais um capítulo das regulações impostas pela China aos serviços de tecnologia no país. Segundo o governo local, as medidas buscam diminuir o “vício e a dependência em tecnologia”, além de “mudar a maneira como as empresas tratam os dados pessoais dos usuários”.

Para isso, não só o TikTok e os games foram afetados, mas até os provedores de internet e as aulas online particulares estão sendo alvos das restrições. Como consequência, as empresas do setor de tecnologia estão acumulando fortes quedas nas bolsas asiáticas.

Inscreva-se na nossa newsletter!