Biden quer aumentar impostos sobre os mais ricos

Governo também prevê aumento de gastos na Defesa e para ajudar Otan
foto de Biden

Joe Biden apresentou ontem sua proposta orçamentária para 2023. Nela, aumento de impostos sobre os mais ricos e mais dinheiro para a Defesa interna e externa.

Qual a nova do Biden? 

Ontem o presidente dos EUA, Joe Biden, apresentou sua proposta de orçamento para 2023, e o valor ficou em US$ 5,8 trilhões. 

Para ajudar a cobrir esse gasto, o governo de Joe Joe quer aumentar os impostos sobre os mais ricos. 

De acordo com a Casa Branca, esse aumento só seria aplicado a 0,01% dos lares mais ricos, ou seja, atingiria somente aqueles com renda superior a US$ 100 milhões. 

Além disso, o governo norte-americano quer aumentar para 28% a alíquota de impostos sobre as empresas. 

Isso porque, durante o governo de Trump o percentual caiu para 21%. 

Contudo, segundo a Casa Branca, embora tenha ocorrido a queda de impostos, as empresas não repassaram essa redução nem para os consumidores, nem para os trabalhadores. 

E o que o governo vai fazer com esse dinheiro? 

O Presidente Biden quer injetar uma graninha na Otan, para fortalecer a Organização. Ainda, quer doar mais US$ 1 bi para a Ucrânia. 

Ademais, a segurança interna do país também receberá um pacotinho de dólares a mais para aumentar o número de policiais nas ruas, combater a criminalidade e a violência armada. 

A soma de todos esses gastos deve ultrapassar US$ 30 bilhões. 

Portanto, de acordo com o governo, esse aumento de impostos pode ajudar. 

Será que esse orçamento será aprovado? 

O Congresso dos EUA irá avaliar a proposta. Há tempos o partido Democrata queria uma proposta de aumento de impostos sobre os mais ricos. 

Por outro lado, a aplicação adicional sobre a Defesa interna e externa do país pode irritar o partido de Joe Joe. 

Inscreva-se na nossa newsletter!