Zona Franca de Manaus ficará de fora da redução do IPI

Região emprega mais de 100 mil pessoas diretamente
foto da Zona Franca de Manaus

A ZFM vai continuar sendo a princesa intocável que se tornou nos últimos anos. De acordo com o governador do Amazonas, o presidente Bolsonaro e o ministro Paulo Guedes concordaram em deixar a Zona Franca de Manaus de fora da redução de IPI. 

O que é a Zona Franca de Manaus?

É um polo industrial criado pelo governo brasileiro para atrair empresas para a região e ligar o forninho da economia no estado do norte. 

Calcula-se que até julho do ano passado, a Zona Franca de Manaus empregava mais de 100 mil pessoas diretamente, ou seja, que trabalham lá dentro das empresas que formam essa zona, no bom sentido. 

Ainda, estima-se o número de 400 mil empregos indiretos criados em razão dessa região. Com mais de 600 indústrias instaladas por lá, a movimentação financeira gira em torno de R$87,7 bilhões. 

E por que eles não querem a redução do IPI na ZFM?

É que na verdade eles já têm alguns incentivos fiscais, o que quer dizer que a redução ou até isenção de impostos já chegou por lá há muito tempo. 

Isso porque o Amazonas está muito distante da região Sudeste e Sul, que são as regiões queridinhas das empresas. 

Assim, para atrair essas indústrias para um estado que fica milhares de quilômetros ao norte, o governo brasileiro garantiu que quem instalasse sua produção por lá teria uma redução de impostos e em alguns casos nem teria que pagar. 

Contudo, o anúncio do governo federal de que pretende reduzir o IPI para todo o território nacional assustou o governador do Amazonas, já que isso poderia fazer com que as fábricas deixassem a zona franca de Manaus. 

Afinal, porque continuar afastado de São Paulo e Rio de Janeiro se o imposto por lá vai cair também?

Por isso o governador do Amazonas foi pedir socorro para o sr. Guedes e para o presidente que já anunciou que a ZFM vai continuar do jeito que está, ‘talkei’?

E quais são os incentivos fiscais por lá?

Quem tem uma empresa que cria produtos de informática na Zona Franca de Manaus tem isenção absoluta do IPI, não paga nadinha.  

Além disso, também não paga o PIS e COFINS em vendas internas entre indústrias, e ainda, a devolução do ICMS, caso tenha feito algumas caridades. 

Tudo isso entre muitas outras vantagens que podem garantir a permanência das empresas nessa zona.

Inscreva-se na nossa newsletter!