Tribunal de Contas da União aprova privatização da Eletrobras

Ações da empresa disparam após a notícia
logo da Eletrobras

Parece que agora vai! TCU, Tribunal de Contas da União aprovou ontem a privatização da Eletrobras, empresa que detém a metade do total de linhas de transmissão do país. 

O que é o TCU? 

O Tribunal de Contas da União é a instituição responsável por fiscalizar todo o financeiro do patrimônio da União, aquilo que é administrado pelo governo federal. 

Durante a reunião dos ministros do TCU houve uma divergência por parte de um dos cabeças brancas que acreditava que o valor para a venda da Eletrobras era preço de banana e a empresa valia muito mais. 

Segundo o ministro Vital do Rêgo, o divergente, o governo deixou de colocar no pacote o tal do valor agregado aos contratos (VAC), sim, tem sigla para tudo na vida. 

Isso quer dizer que a União não incluiu no valor total da estatal a soma do quanto o ‘comprador’ vai ganhar com a produção da empresa. Em outras palavras, o governo não considerou na matemática o componente potência. 

Então, caso a potência tivesse sido incluída, o preço da venda seria de R$113 bilhões. Já a União colocou uma plaquinha de venda por R$67 bi. Mesmo assim, os outros seis ministros votaram a favor e a maioria venceu. 

E foi isso. Todos foram para casa ver a eliminação no BBB. 

E tem mais alguma fase ou já está valendo a privatização? 

Por óbvio, os acionistas da estatal precisam aprovar a venda. Porém, o acionista majoritário é a União e foi ela quem colocou a venda, ou seja, pode dar um ‘check’ nessa fase também. 

Agora começam os jogos! Entra a parte da distribuição dos folhetinhos, da apresentação da empresa, uma mão de tinta na parede para deixá-la mais bonita. Brincadeira, exagerei. Contudo, essa é a fase de captação de investidores. 

Então, virá a emissão das ações, momento em que o preço das ações, dos pedacinhos, das fatias da Eletrobras serão definidas. Assim que isso for fechado, volta para o TCU para uma nova carimbada. 

E esse negócio de que as ações dispararam?

Pois é, menino(a), vendo os acionistas que a maioria dos ministros dariam um ‘joinha’ para a privatização, começaram as negociações frenéticas e as ações da Eletrobras fecharam ontem com alta de 6,22%. 

Ou seja, antes apenas um papel valia R$35,35, e encerrou o pregão de ontem valendo R$35,50. Eu entendo que não parece muito, mas confia, isso mostra que o mercado aprova a venda. 

E aí? Será que a conta de luz vai ficar mais barata? 

Inscreva-se na nossa newsletter!