Presidentes da Caixa e do Banco do Brasil podem ser afastados por procurador do TCU

Vai dar ruim?
Presidentes da Caixa e do Banco do Brasil podem ser afastados por Procurador do TCU

Como vai ser sua quinta? Se você acha que vai ser tensa, pode ter certeza que vai ser mais tranquila que a quinta dos presidentes da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil.

Ontem (8) de noite, o procurador do Tribunal de Contas da União, Lucas Furtado, pediu para que o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, e do Banco do Brasil, Fausto de Andrade Ribeiro, sejam afastados.

Mas vamos explicar melhor esse rolê aí, pega a pipoca…

Para o procurador do Tribunal de Contas da União, tanto o presidente da Caixa Econômica quanto o presidente do Banco do Brasil se utilizaram do próprio poder ao solicitar a saída da Federação dos Bancos Brasileiros (Febraban), segundo o jornal Valor Econômico.

Ainda segundo o jornal, os executivos supostamente ameaçaram sanções contra outras instituições financeiras que assinassem o documento de harmonia entre os três poderes, que vamos falar um pouquinho mais pra frente.

Comentário do Adm

Nessas horas queria tanto ser uma mosca para participar dessa reunião, só imagina as tretas por trás disso rs

Let’s take a stepback

Voltando um pouquinho atrás… No último dia 28, o Banco do Brasil e a Caixa Econômica deixaram a Febraban, mas desistiram alguns dias depois. O motivo da saída teria sido um manifesto que a Federação das Indústrias de São Paulo iria publicar pedindo uma harmonia entre os três poderes. 

A Federação dos Bancos Brasileiros estava nesse acordo e tanto o Banco do Brasil quanto a Caixa Econômica Federal não concordaram com esse posicionamento por considerar esse movimento político demais.

O racional das duas instituições é o seguinte: como a Federação dos Bancos Brasileiros é uma entidade que representa todos os bancos, ela deveria se manter isenta de pautas políticas. Então, por conta disso, a Caixa e o BB encaminharam uma nota dizendo que sairiam caso esse manifesto fosse pra frente. 

Você também pode curtir: Luciano Huck entra para o conselho administrativo do Banco Pan

Inscreva-se na nossa newsletter!