Presidente do BC prevê revisão na projeção do PIB em breve

Segundo Campos Neto, o BC deve em breve jogar para cima as previsões para a economia brasileira em 2022
Imagem de moedas de real, simbolizando Projeção do PIB

Diante de um cenário de caos pelo mundo, pelo menos alguém mantém otimismo, e desta vez foi o presidente do BC a ser o correio das boas notícias com a nova projeção para o PIB.

Projeção do PIB em análise 

Nesta quinta-feira (18), o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, afirmou que a economia do país tem surpreendido bastante. Portanto, o esperado é que, em breve, as previsões para o Produto Interno Bruto sejam revisadas para cima.

Atualmente, o BC entende que em 2022, o PIB brasileiro, que representa a somatória dos bens e serviços produzidos aqui, avançará 1,7%. No entanto, para Campos Neto, o percentual de crescimento econômico poderá ficar acima de 2%.

Leia mais:

Anac inicia hoje leilão de aeroportos no país

PIB brasileiro avança no segundo trimestre, afirma FGV

O que motiva a revisão?

De acordo com o presidente do BC, os efeitos temporários das medidas do governo têm impulsionado o desempenho da economia. Além disso, ele afirmou que vê uma mudança estrutural no país, o que abriria um horizonte de avanços mais sólido

Nesse sentido, Campos Neto identificou o setor de serviços como um grande puxador do desempenho econômico positivo. Por outro lado, ele se disse surpreso com o nível de interesse global para projetos de longo prazo no Brasil.

Contudo, o presidente do BC foi além, e desafio até o monstro da recessão que aterroriza os países ao redor do mundo. Ao abordar essa questão, ele afirmou que o Brasil vai bem, inclusive citou que nas previsões do FMI, o país é o único que teve seu PIB revisado para cima.

Ao falar sobre a moeda brasileira, Campos Neto foi só elogios, afirmando que o real tem sido a melhor moeda do planeta. De acordo com a agência Austin Ratings, em julho, o real foi a 13ª moeda que mais se valorizou em relação ao dólar em uma lista com 120 moedas pelo mundo.

Inscreva-se na nossa newsletter!