Pix permitirá operações internacionais e pagamentos por aproximação, diz Banco Central

No evento de um ano do Pix, o presidente do BC disse que a instituição já está trabalhando nas novidades
Pix Saque e Pix Troco começam a funcionar hoje

No evento sobre um ano da implementação do Pix, o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, revelou nesta terça (16) que a instituição já está trabalhando em novidades para melhorar o serviço.

Uma das novidades anunciadas é a possibilidade de realizar os pagamentos instantâneos em compras feitas em outros países no médio prazo, mas sem uma data definida. 

Além disso, a autoridade monetária revelou ainda que o Pix poderá ser utilizado por aproximação, como para pagar passagens de ônibus, por exemplo. Por fim, outro projeto que também está sendo trabalhado para o futuro é a possibilidade de realizar operações instantâneas sem precisar de uma conexão com a internet.

Medidas que entraram em vigor hoje

Aparentemente, o aniversário é do Pix, mas quem ganha presente somos nós. Isso porque, além das novidades que devem chegar em breve, o BC implementou hoje algumas medidas para otimizar o serviço e reforçar a segurança.

Os mecanismos, anunciados em setembro, incluem o bloqueio preventivo dos recursos em suspeita de fraude e notificações obrigatórias de transações rejeitadas.

Além disso, em casos de suspeita de fraude ou de falha operacional nos sistemas das instituições financeiras envolvidas na operação, o banco recebedor deve devolver os valores.

O BC reforçou ainda as políticas de proteção de dados para garantir que os bancos tenham que adotar procedimentos de identificação em casos de consultas excessivas de chaves do Pix. 

Vale lembrar que, além destas medidas de segurança, o BC aprovou em setembro a limitação do Pix noturno a R$ 1 mil, como forma de evitar fraudes.

Um ano de Pix

Em um ano do sistema de transferências instantâneas, o Banco Central informou que já existem quase 350 milhões de chaves cadastradas, sendo 334 milhões de pessoas físicas. Além disso, mais de 104 milhões de usuários pessoas físicas já fizeram alguma transação via Pix, segundo o BC.

Inscreva-se na nossa newsletter!