Início » Economia » Pix noturno será limitado a R$ 1 mil

Pix noturno será limitado a R$ 1 mil

Com o aumento da movimentação nas cidades, o objetivo é dar aquela segurada nos golpistas noturnos
Pix Saque e Pix Troco começam a funcionar hoje
(Foto: Shutterstock)

Nesta quinta-feira (23), o Banco Central aprovou a limitação de R$ 1 mil para operações feitas das 20h às 6h, sendo a medida válida para transferências via Pix e outros serviços de pagamento neste horário.

Serviços como transferências via TED, DOC, pagamentos de boletos e outras com cartões de débitos também deverão obedecer a esse limite, sendo o objetivo reduzir sequestros e roubos noturnos, após pedidos das próprias instituições financeiras.

Mas sem desespero: esse limite ainda pode ser alterado com prazo entre 24h a 48h se solicitado pelo cliente formalmente nos canais de atendimento eletrônicos, segundo o que detalhou Campos Neto, presidente do Banco Central no mês passado.

Segundo ele, o aumento dos golpes feitos por Pix se deve, também, ao aumento do movimento noturno nas cidades e em bares e restaurantes diante da diminuição das restrições de circulação das pessoas, já que estamos possivelmente nos aproximando do fim da pandemia.

Quando começam a valer as restrições?

 

A medida passará a valer a partir do dia 4 de outubro e esse é o prazo que os bancos e e instituições financeiras têm para implementar medidas para evitar fraudes na prestação destes serviços de pagamento.

Relatórios

 

Além disso, serão tomadas outras medidas até o dia 16 de novembro: as instituições deverão fazer relatórios mensais compilando os registros diários de fraudes (ou tentativas) nos serviços de pagamento e também deverão ser registradas as medidas adotadas em cada caso.

 

Dica do Adm

O rei do camarote agora também vai dar uma segurada nos gastos com o rolê - ou avisar antes para que o limite seja alterado!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp