Pacote de bondades bilionário foi protocolado no Congresso

Combo chamado “pacote de bondades” foi entregue e deverá ter impacto de quase R$ 40 bilhões
Carrinho com presente e uma árvore de natal, simbolizando pacote de bondades

Parece que o Natal chegou mais cedo em Brasília, e com todos os presentes neste pacote de bondades do Papai Noel, dessa vez parece que fará mais sentido do que nunca dizer que o jingle bell tá caro, caro pra chuchu.

Ho ho ho, Papai Noel chegou!

Nesta quarta-feira (29) o senador Fernando Bezerra Coelho protocolou o relatório sobre o pacote de auxílios a movimentar um valor bilionário até o final deste ano. De acordo com o senador, a soma das medidas demandará R$ 38,75 bilhões aos cofres públicos.

No entanto, o que está previsto no pacote é o conjunto das medidas já ventiladas em Brasília nos últimos tempos. Porém, o relatório que foi protocolado deu conta de elevar em R$ 9 bilhões o impacto fiscal anteriormente previsto para as medidas.

Leia mais:

O PIB dos EUA encolheu no último trimestre

Contratações no Brasil estão a todo vapor

O que tem no pacote de bondades do Papai Noel? 

São três os auxílios principais. O primeiro, custando R$ 26 bilhões, é o Auxílio Brasil, que substitui o Bolsa Família, e que aumentará de R$ 400 para R$ 600. Segundo Bezerra, com a atualização, a fila atual poderá ser zerada, possibilitando acesso a todos já esse ano.

O segundo auxílio a ser concedido será em virtude da alta do diesel, e contemplará os caminhoneiros autônomos, que receberão um voucher no valor de R$ 1 mil. Portanto, com esse pix, a medida ocupa o segundo lugar no custo do pacote, somando R$ 5,4 bilhões.

Por último, custando R$ 1,05 bilhão, temos a medida que propõe a ampliação do ticket pago bimestralmente pelo vale-gás. Atualmente o benefício, que representa 50% do preço médio do botijão, custa R$ 53. Com a alteração, passará para 100% do valor, pagando R$ 120.

Quais as reações?

As mudanças terão início em agosto, e, além dessas, ainda estão previstos subsídios para o etanol e gratuidade de idosos em transportes públicos. Contudo, como nada pode contrariar a 3ª Lei de Newton, toda ação proposta no Brasil sempre terá seu par de reação.

O próprio senador Bezerra identificou que as controvérsias neste ano eleitoral surgiriam. No entanto, afirmou que o governo estaria de boa na lagoa com o custeio das medidas, uma vez que possui recursos que não estavam contabilizados, como dividendos e privatizações.

Inscreva-se na nossa newsletter!