Mercado externo sinaliza preferência por Lula 

Investidores acreditam em políticas mais ao centro
foto de Lula que chama atenção dos investidores

“Pau que nasce torto nunca se endireita, menina que requebra a mãe pega na cabeça…”. Vocês estão entendendo que esse ano tem Copa do Mundo e Eleições? É Philippe Coutinho metendo ‘bica’ no gol e investidores estrangeiros chutando em Lula. 

O Brasil está embrazando! 

Por que os investidores gringos preferem o Lula? 

Segundo Rogério Xavier, sócio fundador da SPX Capital, e Luis Stuhlberger, CEO de investimentos da Verde Asset Management, ou seja, nomes de peso no mercado de ações, o investidor externo demonstra acreditar em uma vitória do petista para a presidência. 

A razão para isso é uma crença do mercado estrangeiro de que Lula deve se posicionar mais ao centro em suas políticas para a economia, em vez de pender para a esquerda. 

Isso quer dizer que o candidato pode reduzir os gastos públicos, ao mesmo tempo em que atrai dólares gringos, tendo em vista que diante do atual presidente Jair Bolsonaro, o Lula parece um ‘velhinho’ fofo. 

Esse fator, o carisma, é crucial na vida e nos negócios. Afinal, com quem é mais fácil deixar o seu dinheiro? Com alguém que é gentil com você ou alguém que chama sua esposa de feia? 

Assim, dada a simpatia do Lula ante uma postura mais sisuda do nosso presidente, o mercado vai apostando que o petista vença as eleições. 

Só acredito vendo. Quais são os sinais disso? 

É possível que nos últimos dias você tenha lido notícias sobre o fluxo de capital do exterior para nossa bolsinha brasileira, a B3. 

Certamente deve estar acompanhando uma leve valorização do real frente ao dólar que agora está valendo R$ 5,27, a maior alta em 4 meses. É evidente que existem muitos fatores para isso. 

Contudo, a liderança de Lula nas pesquisas, como na última da Ipespe que deu ao candidato uma porcentagem de 44% frente a 24% de Bolsonaro, tem o seu peso para o mercado estrangeiro, já que desde de que começaram a sair, o fluxo de dinheiro gringo subiu.

Será que vai dar Lula? 

Em que pese os números, vale lembrar que o Brasil é um país cheio de ‘plot twists’, ou seja, viradas inesperadas. Afinal, a rejeição ao candidato estrelinha ainda é alta dado seu histórico duvidoso. 

Por enquanto, na corrida eleitoral temos como favoritos o candidato que já foi preso, o atual presidente e o ex-juiz que prendeu o primeiro e foi ministro do segundo. 

Inscreva-se na nossa newsletter!