Manifestantes ocupam sede da B3 em protesto contra a inflação e a desigualdade

Clima tenso! Para os ativistas do MTST, a bolsa de valores é “o maior símbolo da desigualdade social” do Brasil
Manifestantes ocupam sede da B3 em protesto contra a inflação e a desigualdade

O clima tá tenso! Um grupo de manifestantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) invadiu a sede da bolsa de valores brasileira na tarde desta quinta (23). Os ativistas estão protestando contra a fome, a inflação, o desemprego e a desigualdade social.

“Mas por que na sede da B3?”

Em um tweet publicado nesta tarde, o MTST afirmou que a bolsa de valores é “o maior símbolo da especulação e da desigualdade social” do Brasil.  A organização disse também que: “enquanto as empresas lucram, o povo passa fome e o trabalho é cada vez mais precário”. 

Além disso, o grupo declarou que quem “segura” o presidente Jair Bolsonaro na Presidência são os “donos do mercado”. Em nota, o movimento afirmou que essa manifestação dá início a uma campanha que continuará rolando nos próximos meses no país. 

Inflação nas alturas

Um dos principais pontos mencionados pelos manifestantes em cartazes é o aumento dos preços. 

Vale lembrar que a inflação acumulou uma alta de 9,68% nos últimos 12 meses, considerando o resultado de agosto. Porém, existem uma série de fatores que levaram a este cenário, como instabilidades políticas, a crise hídrica e tensões econômicas externas.

Inscreva-se na nossa newsletter!