Início » Economia » Inflação sobe 0,87% em agosto, maior alta para o mês em 21 anos

Inflação sobe 0,87% em agosto, maior alta para o mês em 21 anos

Meta da inflação? Nunca nem vi! Estamos passando longe
inflacao
📸 Unsplash/Frank Busch

Realmente, às vezes dá a impressão de que tudo está com preço de aeroporto. Nada muito novo sob o sol, mas continua surpreendendo: a alta da inflação no mês de agosto foi a maior desde 2000

O resultado do mês, divulgado hoje (9) pelo IBGE, indicou alta de 0,87% no IPCACom isso, a alta acumulada nos últimos doze meses fica em 9,68%! 

No mês anterior, a alta acumulada era de 8,99% – o que já causava grandes desconfortos financeiros na população em geral.

E a meta da inflação, que seria 3,75% para o fim desde ano? Até o momento, essa meta já foi superada com folga – assim como as projeções feitas pelo Banco Central também foram superadas.

O que é IPCA? O que tem a ver com inflação?

A Inflação é basicamente o aumento dos preços dos produtos e serviços. O IPCA é o índice oficial usado pelo governo para determinar a inflação no país.

A sigla significa Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo e o índice é atualizado mensalmente e é composto por uma “cesta” de produtos consumidos pelo brasileiro médio.

Os itens desta cesta são pesquisados em vários locais do país por uma pesquisa do próprio IBGE, a POF (Pesquisa de Orçamentos Familiares), que é o órgão oficial que divulga a inflação.

O que causa isso?

Entre as causas para o aumento da inflação, há a crise hídrica que o Brasil está vivendo, que é a mais intensa dos últimos 91 anos. Além disso, as instabilidades políticas e econômicas que o Brasil está enfrentando também contribuem.

E a meta da inflação?

 

A meta da inflação é definida pelo CMN, Conselho Monetário Nacional, para que o aumento dos preços fique dentro de uma faixa.

A meta para o acumulado em 2021 está em 3,75%, com tolerância para cima ou para baixo de 1,5%, ou seja, a faixa seria entre 2,25% e 5,25%.

Agora é só olhar para o acumulado (dos últimos 12 meses) até o momento (9,68%) e ver que se a coisa continuar assim, podemos fechar o ano beeem longe dela!

Adm explica

Vale dizer: em 2021, o acumulado de janeiro até o momento, agosto, foi de 5,67%. Reflita: Como será que estaremos até o fim do ano, quando fecharmos os 12 meses de 2021?

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp