Inflação pelo IPCA em janeiro fica em 0,54% e é a maior taxa desde 2016

Títulos atrelados ao IPCA viraram as ‘gostosas’ do momento
nota do real que sofre com a inflação

“E o peru: Glu glu, e o galo: corococó, e a galinha: có, e o pintinho: piu…”. Notícia de aumento de inflação tem sido tão frequente que já parece aquelas músicas irritantes. Porém, o investidor pode surfar na onda e apostar em títulos IPCA. 

O que é IPCA? 

O Índice de Preços ao Consumidor Amplo, IPCA, é um dos indicadores de como andam os preços dos produtos em solo verde e amarelo. Este medidor em específico considera os valores dos produtos consumidos pelas famílias que ganham entre 1 e 40 salários mínimos.  

Segundo o IPCA, 2022 começou rasgando. Já em janeiro, a inflação bateu 0,54%, o maior índice desde janeiro de 2016. E olha que em 2016 o ‘quengaral’ pegou fogo!

Considerando o acumulado dos últimos 12 meses, a inflação bateu 10,38%. O que significa que os itens consumidos por esse grupo mencionado acima, tiveram um aumento de preços nessa faixa.

Por que tudo está ficando caro? 

Covid, rinite, sinusite, variante delta, celta, H3N2, HB20, HBO, HBO max… brincadeira! Porém, o vírus e suas variantes foram os maiores responsáveis. 

Visto que obrigaram os setores da indústria e comércio a fecharem suas portas. Além disso, o governo precisou socorrer as famílias de baixa renda que sofrem com o desemprego. 

Assim, com dinheiro na mão, mas com baixa produção de produtos, os que estão disponíveis para compra acabam ficando mais caros. 

Há também a fuga de capitais, já que diante de uma crise mundial, o investidor que não é besta, prefere deixar suas verdinhas em países mais desenvolvidos. Porque tem a certeza que eles vão pagar. 

Aí o jeito é imprimir dinheiro, e é quando a desgraceira só aumenta. Pois muito dinheiro circulando e pouco serviço sendo oferecido, faz a inflação ficar ainda mais ‘piranha’ e sai pegando todo mundo, fazendo o preço de tudo subir. 

E o que são títulos atrelados ao IPCA? 

Lembra que o governo precisa de dinheiro e pede o seu emprestado prometendo devolver com juros? Pois então, esses assim chamados títulos, ficam interessantes à medida que a inflação sobe.

Um deles é o IPCA+ que paga ao investidor o índice da inflação, que atualmente está na casa os 10% + uma taxa adicional. 

Ou seja, digamos que você comece a investir nesse título para receber os rendimentos em 2026. Você receberá a porcentagem da inflação naquele período em que o título venceu + os 5% que o governo promete. 

Com a inflação alta, os investimentos atrelados ao IPCA têm feito sucesso. Em vez de chorar, que tal investir? 

Inscreva-se na nossa newsletter!