Início » Economia » Governo reduz impostos para jogos e videogames pela terceira vez

Governo reduz impostos para jogos e videogames pela terceira vez

Com um novo decreto, o objetivo é incentivar o segmento aqui no BR
videogames tem reducao de impostos
Pawel Kadysz|Unsplash

Nesta quarta-feira (11), saiu um novo decreto diminuindo os impostos sobre jogos eletrônicos, consoles e acessórios relacionados. O decreto reduz as alíquotas do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) sobre games e relacionados, ou seja, aquela porcentagem que era cobrada de imposto agora diminuiu. Parece mentira, né? Tanto imposto!

Em escala global – e até por aqui – vemos impostos aumentando.

Voltando aos games, por se tratar de decreto, não é necessária aprovação pelo Legislativo e por isso ele já entra em vigor de maneira imediata.

E não é a primeira vez: já aconteceram outras três reduções de impostos neste setor nos últimos anos ainda no governo atual. Em 2019 e em 2020, Bolsonaro havia soltado decretos com reduções dessas tarefas.

Segundo o Governo, a medida reduz de 30% para 20% quando se trata de consoles e máquinas de jogos de vídeo. Já sobre os acessórios e partes dos consoles das máquinas (que têm suas imagens reproduzidas em uma tela) a redução também será de 10%, indo de 22% para agora 12%

Sobre as máquinas de jogos de vídeo com a tela incorporada (imaginou quais?), portáteis e não-portáteis, além das partes dessas máquinas, a porcentagem foi de 6% para 0.

Antes das três reduções, as alíquotas que agora são 20%, 12% e 0% já foram respectivamente 50%, 40% e 20%.  

Com essa diminuição, o governo informa que a redução da arrecadação será de cerca de R$ 89,2 milhões no ano de 2021. Já no ano seguinte, a redução fica estimada em R$ 119,5 milhões. Quando se olha para a arrecadação atual, o negócio está lá em cima mesmo.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp