Governo elabora MP para combater “Camelódromo Virtual”

A ideia é barrar a importação de produtos sem o pagamento de impostos
Imagem do presidente assinando decreto, simbolizando corte no IPI

Atenção usuários da Shoppe, AliExpress e afins, o governo está preparando uma MP que visa conter as compras internacionais sem o pagamento de impostos. 

Quem disse isso? 

De acordo com o secretário especial da Receita Federal, Julio Cesar Vieira Gomes, o governo está trabalhando em uma maneira de conter as comprinhas em sites gringos para aqueles que fogem de pagar o imposto. 

Inclusive essa prática tem um nome, “Camelódromo Virtual”. 

Além disso, a Medida Provisória, que é feita pelo Presidente da República, também visa enquadrar aqueles que declaram um valor diverso do preço real do produto para assim pagar menos tributo. 

Ademais, a isenção de impostos sobre produtos que custam menos de US$ 50 pode estar com seus dias contados, segundo o próprio Julinho. 

Por que o governo quer fazer isso? 

O Instituto para o Desenvolvimento do Varejo, o IDV, publicou um estudo que aponta quanto o Brasil deixou de arrecadar em impostos pela prática do Camelódromo Virtual. 

De acordo com os resultados, em 2021 o país deixou de arrecadar de R$ 460 bilhões a R$ 600 bi em tributos.

Ainda, segundo o Instituto, o varejo digital carregou 22% da culpa pela evasão de impostos. 

Então, a ideia é evitar que esse dinheiro escorra pelo ralo para que, em vez disso, ele seja depositado no cofrinho verde e amarelo. 

E como vai funcionar essa MP? 

Pois é, parece que o Sr. Julio não gosta de dar spoiler. Disse que era melhor esperar, porque às vezes ele fala que será de um jeito e sai de outro. Enfim, temos que aguardar. 

De qualquer maneira estaremos aqui prontinho para atualizar vocês.

Por isso, não deixe de se inscrever na nossa Newsletter para nunca ser pego de surpresa.

Inscreva-se na nossa newsletter!