Conta de luz deve ficar em média 3,4% mais cara em todo o Brasil

No Sul, Sudeste e Centro-Oeste o valor pode subir até 4,65%
foto de uma lâmpada de luz

É o Putin ameaçando largar radiação nuclear, é a inflação recorde para o mês desde 1900 e cacetada, é a gasolina passando de R$ 8 reais o litro, é o dólar subindo de novo, e agora a conta de luz que deve ficar em média 3,4% mais cara em todo o Brasil. 

Só falta a gente perder o Hexa. 

A conta de luz vai ficar mais cara?!

De acordo com a Aneel, Agência Nacional de Energia Elétrica, sim. Isso porque a agência fez os cálculos para o orçamento da Conta de Desenvolvimento Energético, CDE, de 2022 e o valor ficou em R$ 32,1 bilhões. 

Não sabe o que é CDE, não é não? A gente explica, coração. 

Esse bendito orçamento é a despesa que deve ser repassada para consumidores de energia elétrica via tarifa. Ou seja, para o ano de 2022 o valor dessa despesa ficou em R$ 32,1 bi.

Assim, segundo a agência, a média de acréscimo na conta de luz de modo geral será de 3,4%, sendo que para a região Norte e Nordeste o percentual ficará em 2,4%, e para as demais regiões, ficará em 4,65%. 

E que infame de despesa foi essa que a Aneel fez?

Grande parte dessa despesa é causada basicamente pelos benefícios concedidos pela Aneel. Por exemplo, incentivo para a geração de energias renováveis. 

Ainda, existem benefícios para famílias de baixa renda, e que em razão disso, têm desconto em suas contas de luz, E tem as despesas para levar energia elétrica para lugares isolados também entram no orçamento da CDE, entre outras. 

Então, a Aneel soma todos esses custos de 2021, para que o consumidor arque com essa conta em 2022. 

E esse ano ela veio estourando viu, papai?

Ué! E o governo não disse que a conta ia ficar 20% mais barata?

Aí são outros quinhentos. 

Graças ao bom Senhor choveu bastante nos últimos meses. Isso fez com que os níveis dos reservatórios subissem. E assim, as termelétricas foram desativadas e a conta de luz foi reduzida. 

Contudo, esse caso em específico não guarda muita relação com o nível de água nos reservatórios, já que esses benefícios continuam existindo quer haja muita chuva, quer não. 

Entenderam? Então prepara aí o bolso porque tragédia pouca é miséria, e mais um aumento vem aí. 

Inscreva-se na nossa newsletter!