Cerveja ficará mais cara a partir de outubro, segundo Ambev

Agora a inflação foi longe demais
ambevface

A Ambev tem 60% do mercado nacional de cerveja e é dona das marcas de cerveja Brahma, Skol, Bohemia, Stella Artois, Antarctica e informou que irá aumentar o preço da cerveja a partir da sexta-feira, logo na sexta, inacreditável. 

Por que dessa alta? 

O aumento será de 5% a 6% em cervejas e chopp  e os principais fatores para esse reajuste do preço são: inflação dos custos, taxa de câmbio, aumento da carga tributária. 

Ao ser questionado pelo Diário do Nordeste, a Ambev afirmou que “faz, periodicamente, ajustes nos preços de seus produtos e as mudanças variam de acordo com as regiões, marca, canal de venda e embalagem”.

Impacto para bares

Os maiores prejudicados com esse aumento são os donos de bares e de estabelecimentos que tem a cerveja como um dos motores do negócio. 

Após meses com bares fechados e sem receita nenhuma a vacinação e a retomada das atividades presenciais significava um respiro e um alívio para esses donos de bares, mas que pode ser afetado por essa alta da cerveja

Alta de preços

Se você nos acompanha você sabe, não é só a cerveja isoladamente. Gasolina, carne, diesel, arroz, todos esses itens básicos também estão subindo o preço, muito por conta da inflação.

Inscreva-se na nossa newsletter!