Início » Economia » Câmara aprova texto-base para reforma do Imposto de Renda

Câmara aprova texto-base para reforma do Imposto de Renda

Qual a boa da vez?
IR 2021: Quase 870 mil contribuintes caíram na malha fina, informa Receita
(Foto: Reprodução/Brasil Escola)

👨🏻‍💼Algo um tanto quanto raro aconteceu, ontem os políticos trabalharam e trabalharam bastante na Câmara dos Deputados.

Por 398 votos a 77, a Câmara dos Deputados aprovou o texto-base para ser feito uma reforma no Imposto de Renda de pessoas físicas, empresas e investimentos.

🧐 Vamos aos poucos, você sabe realmente o que é Imposto de Renda? Esse é aquele tipo de termo que nós ouvimos toda hora, mas nem sempre entendemos com clareza.

🤑Imposto de renda é o imposto que o Governo impõe sobre o quanto você pessoa física ou uma empresa ganha. 

🔍 Ou seja, a Receita Federal pede para que trabalhadores e empresas informem a renda delas, conforme você vai recebendo e gastando dinheiro o “leão” da Receita avalia se o que ele cobrou de você ou de uma empresa com o Imposto de Renda é realmente o que deveria ter sido pago.

Tirando do grego, eles querem checar o quanto você ganha e gasta para ter certeza que realmente tudo que tinha que ser pago para a Receita, foi pago. Esse acompanhamento de dados é feito através da Declaração de Ajuste Anual para IRPF (Imposto de Renda para Pessoa Física).

🔧 Sobre a Reforma no IR

Bom, agora que está todo mundo na mesma página, vamos falar sobre a reforma em si.

As principais mudanças são: 

  1. Aumento da renda para isenção. Isso significa que a partir da implementação do novo projeto, caso passe no Senado, contribuintes que ganhem até R$2500 reais por mês ficariam isentos de pagar IR. Atualmente esse valor é de R$1903.
  2. Mantido isenção sobre rendimentos de Fundos de investimentos imobiliários
  3. Limite de isenção para venda de ações na bolsa de valores passa a ser R$60 mil por trimestre
  4. Diminuir o Imposto de Renda para Pessoa Jurídica, indo de 15% para 8% em 2022. 

Você também pode se interessar: Arrecadação de impostos soma recorde de R$171,3 bilhões com alta de 35%

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp