Brasileiros mais pobres desde 2012

São mais de 100 milhões vivendo com R$ 13,83 por dia
Imagem de moedas de real, simbolizando Projeção do PIB

O adm não tem clima para fazer piada e dar leveza para essa notícia sobre a situação econômica dos brasileiros. Então se liga na info…

O dado choca

Nesta sexta-feira (9), o IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, divulgou uma pesquisa que mapeou o rendimento das famílias no país. O levantamento, que tem como base o ano de 2021, identificou que os brasileiros, hoje, são os mais pobres em 9 anos.

De acordo com o IBGE, que faz o mapeamento desde 2012, no ano passado cerca de 106 milhões de brasileiros viviam com R$13,83 por dia. Na prática, isso significa que essa parcela, de mais da metade do país, passava o mês com R$ 415.

Considerando os 5% mais pobres entre toda a população, porcentagem representativa de 10,6 milhões de brasileiros, o valor verificado foi de R$ 1,30 por pessoa por dia.

Leia mais:

Eletrobras – o filme. Estreia é confirmada

Ele voltou! Lockdown em Xangai coloca interrogação na economia

Como estão os brasileiros por região?

O estudo mostrou que, dentre todas as regiões brasileiras, a região Nordeste é a que se encontra em pior situação. Segundo o IBGE, os nordestinos viveram em média com R$ 843 mensais em 2021.

Já a região Sul, se manteve em primeiro lugar, ficando com média de rendimento mensal por pessoa em R$ 1.656. Para as demais regiões, ficamos assim: região Sudeste (R$ 1.645), região Centro-Oeste (R$ 1.534) e região Norte (R$ 871).

Tá, mas como chegamos aqui?

Desde 2017, após as crises vividas no país em meados de 2015, o rendimento vinha crescendo, mas isso parou em 2019. Então, segundo o IBGE, os efeitos da pandemia associados à inflação tiveram um papel decisivo no levantamento.   

Em 2020, apesar da queda já ter sido intensa, a série de auxílios concedidos às populações mais carentes amorteceu o cenário. Contudo, em 2021, apesar da gradual reabertura econômica, a diminuição dos auxílios acabaram impactando mais seriamente o resultado.

Inscreva-se na nossa newsletter!