Brasil pode perder até R$ 85 bilhões com jogos em dias úteis

Para economista, os ganhos não superam as perdas
foto do Neymar que é jogador do Brasil

E aí? Vale a pena? Economista calcula perda financeira do Brasil com jogos da seleção em dias úteis e adianta que os ganhos são menores. 

Quanto o Brasil perde? 

De acordo com o economista Ulisses Ruiz de Gamboa, professor do Insper e especialista em projeções de cenário macroeconômico nacional, a economia brasileira pode perder até R$ 85 bilhões.

Isso porque na última sexta-feira houve o sorteio para definição de grupos, e o Brasil ficou no grupo G, e vai enfrentar a Sérvia, a Suíça e Camarões. Todos os jogos serão em dias úteis. 

Eita prejuízo da miséria. 

Além disso, caso o Brasil avance para as oitavas em 1° lugar, serão mais 3 jogos em dias úteis. Se passar em 2°, as quartas e a final acontecerão em um fim de semana. 

Contudo, Gamboa, o economista, estima essa perda de R$ 85 bi considerando que o Brasil vá apenas até às oitavas. 

Ou seja, caso o adulto Ney esteja inspirado, e a seleção vá avançando, os números só aumentam. 

A economia não ganha nada em dias de jogos?

Certamente. Contudo, segundo o Gamboa, a receita que bares e restaurantes levantarão será inferior aos valores que a indústria vai perder. 

Isso porque, os dias de jogos da seleção em uma Copa do Mundo costumam parar setores produtivos ou pelo menos desacelerar as atividades. 

Assim, a produção de veículos, por exemplo, e o comércio varejista vão sentir muito. 

Isso é muito ruim? 

Quem gosta de perder dinheiro, não é? De acordo com Gamboa, o PIB para 2022 vai perder alguns bilhões em razão da Copa que começa em novembro. 

Porém, para muitos, vale a pena, afinal, não é todo ano que se tem uma Copa do Mundo. 

Será que o hexa vem? 

Inscreva-se na nossa newsletter!