Banco Central da Rússia quer banir criptomoedas

O medo é que os ativos sejam usados para financiar a oposição
Bandeira da Rússia e criptomoeda

“Tu pode me evitar, pode me bloquear, mas não vai conseguir me deletar do coração…”. Ou será que vai? O Banco Central da Rússia manifestou hoje por cartinha que deseja banir tanto a mineração quanto as criptomoedas do território russo. 

O que foi que mordeu esse povo?

Em um relatório divulgado hoje feito pelo BC da Rússia para livre leitura, foi possível sentir o desprezo, o ódio, o ranço, o nojo que o Banco russo tem pelos ativos digitais, bem como pela mineração. 

Em sua cartinha, o BC aponta motivos para o banimento das moedas virtuais e de seu processo de liberação. Alguns deles já foram refutados até por governos locais. 

Contudo, um dos motivos ganha destaque. Um receio de que a oposição seja financiada por criptomoedas. 

Isso porque, as negociações em rede blockchain, que é um sistema que permite que transações sejam feitas sem a intermediação de um ente. 

Ou seja, é possível negociar, criar contratos e fazer transferências financeiras sem que haja um banco ou uma instituição para dar uma “carimbada”. 

E o que o BC da Rússia é? Uma instituição financeira, um banco. Oh! Poxa vida! 

Assim, não haveria controle de quanto dinheiro está indo para o bolso de opositores do governo e para o bolso de mídias independentes. 

E por que quer proibir a mineração também? 

Além do ciúme por perder o posto de intermediária de negociações, o BC também alega que a mineração está atrapalhando a agenda verde do país. 

Isso porque a mineração exige um gasto maior de energia elétrica, já que para liberar o bitcoin, por exemplo, é necessário equipamentos high-techs, supercomputadores capazes de fazer cálculos cabulosos. 

Considerando que os países estão tentando implementar uma agenda sustentável, pega mal gastar tanta luz. Basicamente foi isso que o BC disse numa linguagem mais formal. 

E daí? Eu não sou russo. 

Mesmo que você não more no país do strogonoff, ter um país a menos adotando as moedas digitais pode fazer o valor delas caírem mais um pouquinho.  

Aliás, a Rússia é atualmente a terceira maior mineradora de criptomoedas. Claro que se a mineração for proibida, os mineradores vão fazer as malas e irão para outro lugar. 

O governo russo e os parlamentares ainda não se pronunciaram. 

Inscreva-se na nossa newsletter!