Ataque cibernético paralisa produção da JBS nos Estados Unidos

Preços das carnes devem ser afetadas no curto prazo.
Faixada JBS

Já imaginou como seria o mundo sem internet ou tecnologia? Já?

Pois é, a unidade americana da JBS, a maior produtora de carne do mundo, provou na pele como seria esse mundo e olha, não foi muito bonito.

Ficou curioso? Vem que o Adm te explica.

O que aconteceu?

Seguinte, neste fim de semana a JBS sofreu um ataque cibernético na sua unidade responsável pelas operações na América do Norte e na Austrália. Segundo o porta-voz da Casa Branca, os autores deste ataque são de uma organização criminosa russa.

Como foi esse ataque?

Nos termos técnicos da galera de TI, foi um ataque com ransomware, traduzindo, é um vírus que “sequestra” um computador ou sistema e pede em troca um dinheiro como se fosse o “resgate” da vítima.

Quais as consequências desse ataque?

Como grande parte dos computadores foram afetados, a JBS se viu obrigada a suspender suas atividades nos Estados Unidos, Canadá e Austrália. Prazer, esse seria o mundo sem tecnologia.

Com a produção parada, obviamente teria menos carnes sendo ofertadas no mercado e para quem acompanha a The Compass já sabe: se a oferta não suprir a demanda por um produto, os preços tendem a subir, portanto o primeiro impacto no mercado é a subida dos preços no curto prazo.

Esse aumento dos preços pode afetar ainda mais as carnes suínas, segundo Dan Norcini, um negociador de carne suína ouvido pelo Valor Econômico.

Agora imagina uma fábrica que fica parada, sem produzir mesmo que por pouco tempo, pode causar impactos razoáveis nos resultados de uma empresa e consequentemente nas pessoas que lá trabalham.

E além de tudo isso, quando falamos de computadores e tecnologia, estamos falando de dados e claro que existe o risco do vazamento de dados dos clientes, fornecedores ou funcionários da empresa, porém a JBS assegurou que o seu backup não foi afetado e que ainda não tem o conhecimento do uso de informações pelos criminosos.

É a primeira vez que isso acontece?

Olha, está sendo cada vez mais comum, isso sim. No mês passado, uma das maiores empresas de oleodutos dos Estados Unidos, também sofreu ataques cibernéticos que prejudicaram a distribuição de combustíveis em parte do país.

Como a JBS ficou?

Segundo o comunicado da própria empresa nesta terça-feira (01), houve um progresso significativo para solucionar esse problema e a previsão para retomar as atividades está para esta quarta-feira (02).

Com certeza ainda essa história ainda vai dar o que falar. 

Inscreva-se na nossa newsletter!