Arrecadação de impostos soma recorde de R$ 171,3 bilhões com alta de 35%

O que você faria com R$171 bilhões?
Imagem do impostômetro, simbolizando arrecadação estatal

Essa é pra galera que ama pagar imposto (hehe), será que tem alguém?! A Receita Federal informou ontem (25) que a arrecadação total de impostos, contribuições e outras receitas atingiu o valor de R$ 171,27 bilhões em julho. 

Já pensou o que são R$ 171 bilhões? Pense em um milhão, multiplique por mil. Isso é um bilhão, agora multiplique esse bilhão por 171 vezes para apenas um mês, é bizarro a arrecadação de impostos brasileira.

Para colocar em perspectiva, no mês de julho do ano passado foram arrecadados R$ 126,423 bilhões, ou seja, esse ano teve um aumento de 35% na arrecadação de impostos.  Essa é a maior arrecadação para Julho dos últimos 27 anos. 

R$ 1 trilhão até agora

Até o mês de julho, a soma da arrecadação federal chegou a R$ 1,053 trilhão. Segundo o Ministro Paulo Guedes, os números até agora demonstram que o Governo Federal deve arrecadar R$ 270 bilhões a mais do que o esperado para 2021. 

Olha lá, 2021 está surpreendendo… 

Paulo Guedes lançando a braba

Após a divulgação do resultado, o ministro da economia, Paulo Guedes afirmou que existe a possibilidade de abrir mão de um “excesso de arrecadação” em especial em momentos que a economia está retomando ao normal, visando promover “melhorias técnicas” no sistema de tributação do Brasil.

Como essas “melhorias técnicas” na tributação irão afetar minha vida? 

As 3 principais mudanças serão:

  1. Instituição de Imposto sobre valor agregado 
  2. Redução do Imposto de Renda das empresas
  3. Instituição de tributação sobre lucros e dividendos

Inscreva-se na nossa newsletter!