Diesel terá alta de 9% nas refinarias, anuncia Petrobras

Nada cai?
gasolina

 Após 85 dias de estabilidade, a Petrobras reajustou o preço do diesel direto nas refinarias em quase 9%. 

Depois dessa mudança, o valor do combustível que é comercializado para as distribuidoras subiu de R$2,81 por litro para R$3,06, um reajuste de R$0,25 por litro. 

Por que desse aumento? 

Segundo a Petrobras, existem dois principais fatores que causaram esse aumento de preços: 

  • elevação global dos preços de petróleo;
  • taxa de câmbio. 

Vale ressaltar que esse aumento foi repassado para as refinarias e que o repasse do aumento para os postos, ou seja, para o consumidor final, depende também de outros fatores como margem das distribuidoras, misturas de biodiesel e tributos. 

“Esse ajuste é importante para garantir que o mercado siga sendo suprido em bases econômicas e sem riscos de desabastecimento pelos diferentes atores responsáveis pelo atendimento às diversas regiões brasileiras”, disse a Petrobras em comunicado.

Constante aumento no preço da gasolina 

Aqui no The Compass temos falado várias vezes sobre o aumento dos preços nos combustíveis

O preço da gasolina subiu pela oitava semana consecutiva diretamente nos postos e já chega a ter uma valorização de 30% desde o começo do ano, já está melhor que Day Trader.

Os motivos são os mesmos do aumento do diesel, por ambos serem derivados do petróleo. Os combustíveis acompanham o preço da commoddity, consequentemente com o aumento do preço do petróleo por conta da retomada das economias e uma maior demanda, o preço de petróleo sobe.

Além disso, a desvalorização do real quando comparado ao dólar é um fator definitivo para o aumento dos combustíveis e acaba afetando também o preço de alimentos, energia, etc. 

Enquanto isso, no outro lado da moeda: Ford anuncia investimento de R$ 62 bilhões em carros elétricos

Inscreva-se na nossa newsletter!